2008/09/27

AS CADEIRAS DO PODER




O Vice-Presidente da Secção de Loures do PSD não tem a confiança técnica e política do Vereador João Galhardas, vereador eleito pelas listas do PSD, e rapaz de fretes à maioria socialista em Loures. Assim, o Vereador do PSD entende razoável o afastamento do seu companheiro de partido da Administração dos SMAS, onde havia chegado, exactamente do mesmo modo como o Vereador Galhardas chegou à assunção de responsabilidades executivas em Loures, através de um acordo de gestão feito com o PS.

A substituição de Armando Curado far-se-á mediante a entrada de António Teixeira, também militante do PSD, e conhecido por ser da confiança da maioria socialista, a quem fez razoáveis jeitinhos no anterior mandato, no qual foi Vereador eleito nas listas do PSD.

Resta saber o que acha o PSD, ou os PSD`s, desta dança de cadeiras em que participam militantes seus, mas que me parece que acontece por decisão e conveniência do PS.

O PS, desde que chegou ao poder em Loures, sabe que tudo na vida tem um preço, até as pessoas que se dão a esse papel. No PSD, o PS encontrou vários transaccionáveis, dispondo hoje de uma carteira simpática de activos laranjas, que entre a lealdade a convicções e o conforto do encosto ao poder, não têm grandes dificuldades de decisão.

No meio da confusão instalada, o Vereador João Galhardas, exemplo de verticalidade, já foi avisando que “as acções desenvolvidas justificam-se pelo facto de o meu compromisso com o eleitorado ser inabalável”. Para os menos dados a interpretar o politiquês, no actual contexto, esta afirmação significa, que o Vereador João Galhardas se está positivamente nas tintas para aquilo que o seu partido venha a decidir em relação ao entendimento com o PS em Loures, porque no que lhe diz respeito ele está a entender-se muito bem com a malta e está bastante satisfeito com o seu lugarzinho de Vereador. Aliás, sente-se irremovível da cadeira do poder...

12 comentários:

Swt disse...

É mau. É mau...

O MARQUÊS DA PRAIA E MONFORTE disse...

Caríssima

É muito mau. Isto anda pelas ruas da amargura..

Cumprimentos

O Marquês

Anónimo disse...

Ai se o Demétrio se candidata, até se borram todos.

Anónimo disse...

Num exercício da mais pura ficção, paremos dois segundos para pensar a quem mais poderia incomodar a presença do PSD no Executivo da Câmara. A quem?
Claro que não àqueles que a apelidam disto e daquilo. Nunca incomodaria aqueles para quem, face a este Executivo muito conveniente, a situação se tornou muitíssimo inconveniente por já não poderem fazer tantos números de achocalho do poder como fariam se a coligação não existisse.
A quem então? Mistérios.
De certeza absoluta que este entendimento chateia muito rapazes que se estão perfeitamente nas tintas para o que se passa lá na casa das laranjas mas que aproveitam todos os pretextos para abanar a árvore a ver se cai alguma coisa.
E se não caísse nada? E se este entendimento, para mal de muitos, resultasse mesmo na estabilidade do mandato da Câmara?
Era uma grande maçada. Ah pois era. Bem visto já falta só um anito para as eleições.

Anónimo disse...

Ai se o Santana Lopes se candidata, até se borram todos.

Anónimo disse...

Ai se o Passos Coelho se candidata, o Sócrates borra-se todo.

Anónimo disse...

Se o Santana se candidata, borra-se o Costa.

Anónimo disse...

Mas o Santana vem para Loures ou talvez Odivelas. Com estado actual dos outros, faz um figurão.

Anónimo disse...

Santana vem pra Loures.

Anónimo disse...

De facto a Sra. Ferreira leite só se importa com coisas importantes na sua agenda, como o Kosovo. Ela e Cavavo tem tido urgências estranhas: Kosovo, Açores, divórcio, mas não defendem os DIREITOS DOS TRABALHADORES, com isso não se preocupam.

Anónimo disse...

Santana vai para Lisboa.

Anónimo disse...

Quem mais tem casa da Câmara em Lisboa? as casas económicas para os pobrezinhos? para os deputados e artistas pobrezinhos?